terça-feira, 31 de janeiro de 2012

A lei da atração e a sincronicidade.

                                                           


A lei da atração e a  sincronicidade.

Vamos pensar no universo como a Mente Una, holograficamente dividido em partes; a  mente de cada pessoa é uma parte da Unidade em um contexto  de imagens, como num filme da história individual dentro da estória familiar, social dentro da história  da humanidade.

Quando nascemos entramos dentro do filme da estória da nossa família como um personagem  “definido” pela família, sociedade, cultura, classe social.

O olhar da família vai definindo o nosso personagem que é “vestido” no universo social, escolar..., a criança e o adolescente não podem escolher o papel que irão incorporar  no mundo.

O adulto vai ter que mergulhar dentro de si mesmo e re-conhecer o mito da sua estória no mundo e assim, escrever a história do seu Espírito, da sua Alma. E a partir daí, procurar mudar o cenário interior.

Agora, como diretor e ator protagonista consciente  reconhece que é possível  mudar o seu destino, mudando a sua maneira de pensar, de agir , de reagir ao mundo  sem a perder a  consciência da sua Essência Divina ou Eu Superior. A sua transformação interior irá criar um novo personagem para sua vida.

domingo, 29 de janeiro de 2012

Lei de Causa e Efeito.





                                                                

"Lei de Causa e Efeito".

A vontade do iniciado é alinhar os três veículos inferiores com o veículo causal e este alinhamento – quando unido  à mais intensa aspiração e ao mais ardente desejo – resulta num fluir de força vinda do alto. Isso causa uma vivificação nos três centros maiores e uma definida iluminação.

Quando todo um grupo de pessoas está assim animado por um único desejo superior do fluxo, o efeito é tremendamente intensificado e pode alcançar um Raio de ação mundial.

Cada Causa tem seu Efeito; todo Efeito tem sua
Causa; tudo acontece segundo a Lei;
Acaso e um nome para uma Lei não identificada;
Ha muitos planos de causação, mas nada
escapa à Lei.  Caibalion

Como todas as ações têm conseqüências, a Lei de Causa e Efeito ensina que para se libertar de acontecimentos negativos e destrutivos, a pessoa deve iniciar a jornada para dentro de si mesma, monitorando todos os pensamentos e sentimentos experimentados.

Não esqueçam que a força de vontade cria o impulso na Lei de Causa e Efeito. A vontade, quando centrada e em alinhamento com o coração e a mente, tem o poder de realizar milagres e, nesses momentos, de controlar a rotação do elétron. Para isso, a pessoa deve ter o julgamento claro e livre e compreender que é a Luz que dirige as correntes da criação.

Muitas pessoas vivem sua vida reagindo aos acontecimentos, sem nunca parar para determinar o que é realmente importante. Sem metas nem direção interior, ficam na posição de vítimas das pressões da vida cotidiana.

Um dos maiores problemas dessas pessoas é a falta de vontade ou a falta de clareza em relação às metas ou direções da vida. Vivem os resultados da Lei de Causa e Efeito sem perceber que têm capacidade de modificar os efeitos dessa lei em sua vida.

Expressão da Ordem Divina no universo, a Lei de Causa e Efeito afirma que nada acontece por acaso ou fora das Leis Universais. Nem sempre conseguimos identificar as complexas cadeias de acontecimentos que produzem determinados efeitos, pois nosso conhecimento é incompleto.

 O que nos acontece pode ser o resultado de ações de vidas passadas, o resultado de comportamentos presentes ou então experiências que os planos superiores da existência nos reservaram, com o intuito de nos ensinar a dominar o com-

Lei de Causa e Efeito

Essa lei se aplica mais a acontecimentos do que a coisas. Cada pensamento, cada ação (individual ou coletiva) tem um impacto direto e indireto sobre os acontecimentos inseridos na cadeia de causa e efeito. Tudo é como um ecossistema — que funciona perfeitamente, de acordo com as variáveis que afetam a cadeia de acontecimentos.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

A Lei da Compensação.


                                                                              

"A Lei da Compensação"

Quem ajuda os outros é ajudado, talvez
amanhã, talvez daqui a mil anos, mas
será ajudado. A natureza precisa saldar a
dívida. É uma lei matemática e toda a vida é
matemática. G. L. Gurdjieff

A Lei da Compensação é a lei que nos ajuda a compreender a abundância e a lidar com questões financeiras. A Lei da Compensação é a Lei de Causa e Efeito aplicada às bênçãos que nos são concedidas. Enquanto a Lei de Causa e Efeito trata basicamente de acontecimentos, a Lei da Compensação trata dos ganhos materiais e espirituais que temos na vida. É na manifestação dessa lei que vemos os efeitos visíveis de nossos atos, em forma de dádivas, dinheiro, heranças, amizades e bênçãos.

Muitos de nós não recebem essas bênçãos por causa das crenças conscientes e subconscientes que dirigem os acontecimentos da vida de cada um. Para atingir a mestria em relação a essa lei e receber a abundância, é preciso interromper a consciência de pobreza que vem do condicionamento desta vida e de programações de vidas passadas.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

chakra, terceiro Olho, arquetipos .2

                                                                            

Chakra. Terceiro Olho, visualização,
Símbolos e arquétipos  .Parte 2 

Refletindo sobre o tema, penso que a concentração é o instrumento  que a Alma usa para que possamos ver o infinito com o “Olho de Deus.” A concentração revela uma força de Vontade que alinhada com o Espírito ou Alma, nos ilumina com a Luz da Revelação. Eu observo que aquele que consegue se concentrar com firme vontade em um projeto, em um estudo, ou na meditação  alcança a Graça do contato com o Espírito ou Divina Presença; e assim é abençoado para a Vitória e segue na frente.

A dispersão ou os ruídos externos nos levam para o mundo astral, ou dos desejos, nos desvia de metas, de alcançar objetivos, de chegar no final do caminho como um vencedor.  A dispersão revela imaturidade emocional, precisamos aprender a terminar um livro, a ler um texto até o fim, a meditar ao menos 20 minutos, a ficar em silêncio, a caminhar ouvindo a voz da Alma.

O exercício da arte em qualquer modalidade ou da dança  nos ensina a arte da concentração que é um instrumento da Alma para a iluminação da Personalidade. O mergulho para dentro no silêncio nos leva ao encontro com a Alma, com Deus.

Saraydarian disse que “no trabalho de visualização, a imaginação comum deve cessar; a imaginação criadora deve ocupar o lugar dela. A imaginação criadora começa a funcionar quando o corpo astral responde com mais nitidez às impressões provenientes do mundo da intuição.

Chakra. Terceiro Olho - VISUALIZAÇÃO.parte 1

                                                                                 
                                                                              
 - Chakra . Terceiro Olho. Meditação. SíMBOLOS- Parte 1

"A visualização é um processo de compreensão sintética. Ser capaz de ver a imagem em sua inteireza, de penetrar no núcleo-semente ou origem de toda existência manifestada exteriormente, sentir as “raízes” de nossa existência — isto é, na realidade, ver com clareza! Ver verdadeiramente é Saber e Ser e então nos identificarmos com o puro, impoluto e original arquétipo da criação.

Estes são alguns dos reais objetivos para o desenvolvimento da visão espiritual. A visualização é uma faculdade muito importante que devemos desenvolver paulatinamente. É uma técnica extraordinária, pela qual podemos extrair energias de nossas fontes interiores e também de fontes planetárias, solares e cósmicas.

A meditação pode ser muito proveitosa e eficaz se for ajudada pela imaginação criativa e pela visualização pictórica. A visualização implica a criação de formas de pensamento e a visão delas nos planos mentais. Isso pode s feito com os olhos abertos ou fechados. Por exemplo, você pensa num triângulo e o vê.

 Pensa numa estrela de cinco pontas ou num lótus, e vê a estrela e lótus na cor que quiser. Se a sua visualização está bem desenvolvida, você não só vê o objeto com suas cores, como ainda ouve, sente o cheiro, o sabor desse objeto e o toca.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

A consciência da Matriz - Nossas forças mentais.

                                                                  

Lei da Correspondência
“ O que está em cima e tal como está embaixo; e o que está embaixo é tal como está em cima”.
O poder está relacionado ao conhecimento. E o poder é a consciência , o conhecimento de si mesmo. A sabedoria está relacionada à expansão da consciência – razão pura e manifestação da inteligência divina que nos une no tom da harmonia universal.

Muito antes do aparecimento da “nova física”, alguns artistas e outras pessoas mais espiritualizadas já compreendiam a unidade e a totalidade do universo. William Blake escreveu:

Para ver o mundo num grão de areia
E o Céu numa flor silvestre,
Ponha o infinito na palma da mão,
E a eternidade em uma hora.
Augúrios de Inocência

O termo metafísica, o contexto mais amplo da física, simboliza a verdade da Lei da Correspondência. Os princípios ou leis da física que explicam o mundo físico — energia, Luz, vibração e movimento — têm seus correspondentes no mundo ou universo etérico.

A energia básica do universo é a consciência. Primeiro vem a consciência universal, que é chamada também de Luz Líquida Dourada, Força de Deus, Ser Um ou Unidade Básica do Universo,assim podemos compreender a visão do todo, com suas interconexões e inter-relações.

Expandindo a mente, elevamos a consciência espiritual. À medida que crescemos espiritualmente, nós nos tornamos uno com a Força de Deus.

Essa visão do mundo é sustentada pela idéia de que o mundo é holográfico. Um holograma é uma imagem fotográfica tridimensional, que se mostra de várias maneiras diferentes, dependendo da perspectiva.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Lei da Vibração -

                                                                                    

"Lei da Vibração"

O otimismo reside numa frequencia mais alta e o pessimismo numa frequência mais baixa. O otimista tendem a esperar mais do mundo, o que é comunicado aos outros e tem a probabilidade de se realizar.

Nada descansa;
tudo se move;
tudo vibra.
Caibalion

Tudo o que há no universo, seja líquido, sólido ou gasoso, está em movimento. Tudo vibra e se move em padrões circulares e cada coisa é identificada por sua freqüência vibracional única. Freqüência é definida como o número de oscilações, vibrações ou ondas periódicas por unidade de tempo.

Não há duas coisas no universo que sejam verdadeiramente idênticas, pois cada uma tem seu padrão vibracional único. As diferenças entre matéria e energia se explicam basicamente pelas diferenças nesses movimentos vibratórios. Fenômenos como a luz, o calor, o magnetismo, a eletricidade e o som são formas de movimento vibratório, assim como as árvores, as mesas, as flores e os animais.

Quando as coisas vibram muito lentamente, não ouvimos ruído algum. Os objetos físicos são os que se movimentam mais devagar, e por isso não ouvimos o som que emana deles. Quando a vibração aumenta um pouco, começamos a ouvir os sons mais graves. À medida que ela vai aumentando ouvimos notas mais agudas, como quando tocamos uma escala ascendente no piano. Quando as vibrações atingem uma freqüência muito alta, não conseguimos mais ouvir o som porque ele ultrapassa nossa capacidade de registro.

Ocorre a mesma coisa com a capacidade de ver as cores. Somos limitados a ver apenas as cores contidas no espectro de Luz — o arco-íris. A primeira cor que percebemos é o vermelho-escuro. À medida que as vibrações aumentam, o vermelho fica mais claro, transforma-se em laranja e depois cm amarelo, verde, azul, índigo e violeta. Vibrando cada vez mais alto, a cor violeta passa a ultravioleta, um ponto em que não a vemos mais, assim como não vemos o infravermelho a olho nu.

Os mesmos princípios de vibração que se aplicam ao mundo físico aplicam-se também a nós e aos nossos pensamentos, sentimentos, desejos e vontade. Cada um de nós tem o próprio som que, segundo os Mestres Ascensionados, é único — e esse som perfeito é o que realmente somos. Se conseguíssemos ficar em silêncio por um tempo que permitisse entrar em contato com esse som, descobriríamos nosso eu verdadeiro, perfeito.

O estilo de vida, os problemas, a televisão, o rádio, as pessoas e os barulhos em geral nos impedem de ouvir esse som perfeito interior e de nos transformar nele. As freqüências vibracionais do mundo competem com nossos estados mentais e emocionais e os transtornam, impedindo-nos de entrar em contato com a perfeição que está latente dentro de nós.

Nossos pensamentos, emoções e vontades enviam vibrações para o universo. Cada pensamento ou estado mental tem um alcance e um modo de vibração correspondente. Quanto mais alta a vibração, mais duradouros os efeitos. Quanto mais baixa a vibração, mais potentes serão os efeitos a curto prazo.

Nas dimensões mais altas, como na Quinta Dimensão, a Lei da Vibração é considerada como “o que é”. Nessas dimensões, a nada é atribuído um sentido, só uma freqüência. Pensamentos, emoções, comportamentos e ações são compreendidos cm seu próprio nível.

 Uma pessoa zangada é analisada objetivamente como zangada, sem que seja atribuído um valor a esse comportamento. O esforço é no sentido de compreender o comportamento e, eventualmente traçar um plano para elevar a frequencia vibracional a um nível superior  transmutando a raiva em algo menos doloroso.

Vivemos na Terceira Dimensão, o plano das dicotomias, que reflete a maioria das coisas como bom/mau, preto/branco ou sim/não. Como nossa identidade está associada a esse modo de operação, em geral cada um tem um estilo característico de otimismo ou pessimismo. O otimismo reside numa frequencia  mais alta e o pessimismo numa frequencia mais baixa. O otimista tendem a esperar mais do mundo, o que é comunicado aos outros e tem a probabilidade de se realizar

A Consciência da Unidade. - Vibração

                                                                                            
                                                                                                      
A Consciência da Unidade.

“O Espírito é a essência da consciência, a energia do universo que cria todas as coisas. Cada um de nós é a parte desse Espírito – uma entidade divina. Assim, o Espírito é o Eu superior , o ser eterno que vive dentro de nós”.

Eu preciso compreender como funciona a Unidade,e que tudo está interligado, que tudo é mente e o universo existe neste campo de pura energia e Luz.

 Assim como Deus, ou o Todo - Inteligência Divina em Ação cria com a Mente, o “Eu Sou’ é um espelho reflete a Mente de Deus. Precisamos ficar alertas, com as vibrações dos nossos pensamentos, emoções e necessidades - “orai e vigiai.” Tudo o que fazemos, dizemos, pensamos e acreditamos afeta os outros e o universo à nossa volta.Tudo é energia. Deus é energia mental ou pensamento.

 Somos Partes dessa força de Deus e, assim, co-criadores ao lado dele.Mas, quando somos envolvidos pela emoção negativa, dispersão, e egoísmo, seremos levados pela lei do carma e seguiremos sem a luz da Unidade que move o dharma.

Se há expansão da Consciência na Unidade estamos pensando como Espírito, com a compaixão e o amor de Deus. Nada escapa desse princípio, pois tudo é composto da mesma substância no nível subatômico.

Tudo é Consciência estamos vivendo dentro da Consciência do Logos Planetário, dentro da Consciência do Logos solar que está dentro da Consciência do Logos Cósmico.

Eu sou Um-a só consciência.


Alice Bailey diz que “A grande Entidade ou Vida, Que evolui através e por intermédio do universo, do mesmo modo que a consciência do homem está evoluindo através de um corpo físico objetivo.

domingo, 22 de janeiro de 2012

A alquimia e Redenção de Deus.

                                                            
                                                                

A alquimia e  Redenção de Deus.

Edinger Edward
Martinho Lutero exprime essa mesma idéia:
Deus opera por meio de opostos, de modo que um homem se sente perdido precisamente no momento em que está prestes a alcançar a salvação. Quando Deus está prestes a perdoar um homem, amaldiçoa-o. Aquele a quem Deus quer tornar vivo primeiro deve morrer. O favor dc Deus é de tal forma comunicado através da ira que a graça parece mais distante precisamente quando está à mão.

 E preciso que antes o homem se lamente, dizendo que não há cura para si. E preciso que o homem se veja consumido pelo horror. Esse é o sofrimento do purgatório... Em meio a esses distúrbios, a salvação tem início. Quando um homem sente que está profundamente perdido, surge a luz.

4. A RECONSTRUÇÃO DO EIXO EGO-SI-MESMO

Há um quadro clínico típico, muito comum na prática psicoterapêutica, que pode ser denominado neurose da alienação Um indivíduo portador dessa neurose tem muitas dúvidas com relação ao seu direito de existir. Apresenta-se com um profundo sentimento de falta de valor, com todos os sintomas daquilo que costumamos designar por complexo de inferioridade.

O uso Palavra Correta define quem você é

                                                                                                          

"O uso da  Palavra Correta define quem você é ."
O Poder da Palavra Elimina ou Aumenta as Causas do Sofrimento
Por: Carlos Cardoso Aveline
“Devemos usar com cuidado estes
mensageiros vivos chamados palavras.”
William Q. Judge

O uso da palavra define o ser humano. Raramente, num instante de meditação, ficamos  livres do pensamento. Uma das nossas características centrais é que falamos quase o tempo todo, não apenas com palavras físicas, mas também mentalmente.  Quando não dizemos nada para os outros, estamos dizendo coisas para nós próprios. Quando não escutamos alguém, ouvimos dentro de nós a voz interior das esperanças e anseios que habitam nosso universo pessoal.
A fala, assim, é muito mais do que um mero som ou uma seqüência lógica de pensamentos.   É uma corrente magnética que contém e transmite vida.  Para o cachorro, a voz do dono desperta devoção e um sentido natural de obediência.  Para a criança pequena, a voz da mãe dá tranqüilidade e a faz dormir. Para aquele que busca compreender a si mesmo, a voz da consciência é seu grande mestre.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Invocação ao Poder coesivo do amor da Providencia Divina.



Invocação ao Poder coesivo do amor da Providencia Divina.
Dharmadhannya                                                                                    

EU SOU o Poder Coesivo do Amor Divino
Eu Sou  Um-a só consciência.
Eu Sou a consciência da Unidade em ação.

Coletivamente, EU SOU Vosso Instrumento Perfeito!
O Plano universal para minha vida é a comunhão com a Luz da Graça  que re-une todas as Almas, Mônadas, Divina Presença Crística, Heloim, Devas, Anjos e Serafins para realizar os planos de Deus e assim compartilhar a luz para o bem de todos.

“EU SOU o projeto preciso de Deus em Ação aqui e agora!”
Eu Sou  um ponto de Luz dentro da Unidade maior que tece na  Rede  da Providência Divina o dharma coletivo.

Os pontos de luz  estão  no núcleo da matéria e me iluminam.
Eles são uma réplica do Sol, fonte de energia para o universo.

Eu Sou um ponto de luz no corpo do Logos Solar.

Estou aqui e agora, sintonizando com os Pontos de Luz no centro de cada átomo do meu corpo físico, do meu corpo de luz e com a Luz da  Divina Presença “Eu sou”
Visualizo a Chama Trina do amor Crístico em meu coração.

  um  Sol acima da minha cabeça – Divina Presença “Eu Sou”. Visualizo e sinto a Fonte Eletrônica Solar (Divina Presença “Eu Sou”) alguns metros acima da minha cabeça como uma excelsa, imensa e potentíssima Luz branca brilhante.
E, lá em cima no alto, no céu da minha mente vejo o Sol Central que ilumina com a luz da Unidade o Sistema Solar.

Sinto consciência da alegria e o amor que emana de Deus em meu coração,  felicidade e principalmente, gratidão pela magnificência da Criação.
Sinto a conexão direta da minha Personalidade e o Sol Divino interior - Divina Presença “Eu Sou” e o Grande Sol Central gerador da Luz da vida e da Unidade.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Sabedoria Eterna - Universo uma inteligência invisível e absoluta



Sabedoria      Eterna 
Helena Blavatsky  as Estancias de Dzyan ou o livro da Meditação Mística.

Só existe no Universo uma onisciência e inteligência invisível e absoluta, que vibra em todos os átomos e até no ponto infinitesimal de todo o Cosmo finito que não tem limites, e que os homens chamam de ESPAÇO, considerado independentemente de tudo que contém.

 Mas, a primeira diferenciação do seu reflexo no mundo manifestado é pura mente espiritual, e os seres nele gerados não estão dotados de uma consciência que tenha qualquer relação com a que nós concebemos. Tais seres não podem possuir nenhuma consciência ou inteligência humanas antes que a tenham adquirido, pessoal e individualmente. Isso pode parecer um mistério mas, no entanto, é um fato para a filosofia esotérica, aliás bastante aparente.

Toda a ordem da natureza demonstra uma marcha progressiva para uma vida superior. Existe um desígnio na ação das forças aparentemente cegas. Prova-o todo o processo evolutivo com suas infinitas adaptações. As leis imutáveis que suprimem as espécies fracas e débeis, para dar lugar às mais fortes, e garantem a “sobrevivência dos mais aptos”, apesar de tão cruéis em sua ação imediata — trabalham, todas, para o grande objetivo.

 O simples fato da ocorrência dessas adaptações, de que o mais apto sobrevive na luta, pela existência, mostra que a chamada “natureza inconsciente” é, na realidade, um agregado de forças manipuladas por seres semi- inteligentes (elementais) dirigidos pelos altos Espíritos Planetários; cujo agregado coletivo forma o verbum manifestado do LOGOS imanifestado, e produziu, harmônica e simultaneamente, a MENTE do Universo e sua LEI imutável.

Oração à Divina Providência.



O Amor de Deus purifica e nos abençoa.

A Divina Providência é a mente de Deus em ação,
é a inteligência do Criador que circula em tudo aquilo que ele criou.
A Divina Providência manifesta o Fogo Sagrado Espírito Santo que nos libera.

 A Divina Providência, Luz do Infinito Espírito,  Força  que move a rede de luz  e vida que move o planeta Terra para o bem de todos.
Aqui e agora, estou entrando em contato com os anjos do planeta que realizam milagres e liberam dharma para que eu possa realizar a Vontade de Deus.

Descei, Divino Consolador,
Divino Espírito Santo!
Divina Graça da Mãe e Divina

Senhor Jesus que o vosso Espírito Santo desça sobre nós e nos ilumine com a graça da liberação e realize o milagre que tanto necessito.
Senhor que o vosso Espírito Santo desça e nos envolva com o fogo Sagrado, com a Graça da Liberdade, da Vitória  e da Força Criadora.
Que as portas do dharma sejam abertos para todos. Amem
Que a Forças dos raios da Graça do Espírito Santo  desçam sobre nós com a Luz que abençoa o Filho de Deus muito amado com a Graça de Deus.
Que as Bênçãos  dos raios de Luz do Espírito Santo desçam e libertem os prisioneiros, cure os doentes e os renegados.

Que as asas do Espírito Santo do Bem nos envolva com a Graça da consciência do Poder do amor de Deus.
Amem. Seja feita a vontade de Deus.
Haja luz para compartilhar para o bem de todos.

Seja Feita a Vontade de Deus. Amem.
Dharma  DhannyaEl

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Melquizedeque - Justiça e Paz




                         
Todos aqueles que buscam a Justiça, a verdade, e a paz deveriam ler este texto, que nos leva ao sagrado nome de Melk-tsedek um nome sagrado que nos une aos Iniciados de todos os tempos e com a força da luz da Unidade.


MELKI-TSEDEK

MONARCA UNIVERSAL
Rei de Salem e Sacerdote do Altissimo



Personagem da mais alta expressão nas escrituras Sagradas, e que, velada ou manifestamente, sempre esteve e estará a frente dos movimentos aceleradores da evolução humana. Há uma antiga tradição que afirma a existência de uma igreja secreta, cujo sacerdócio se revela de ciclo em cicio e de acordo com a necessidade da época.

Traz ela um conhecimento próprio para cada raça ou povo por uma forma particular, mais favorável, mais acessível para o cumprimento e restabelecimento da Lei, do propósito Divino, através do Itinerário do 10 (marcha evolucional da Mõnada). A tal conhecimento, a tradição de todos os povos relaciona o Espirito de Verdade, como manifestação de um Centro Imperecível, consagrado pelos orientais sob os nomes de Agartha, Asgardhi, Erdemi, ou Salem. (Shamballah e a "Ilha imperecível que nenhum cataclismo pode destruir").

Todo ser iluminado, avataricamente ou por iniciação, desde que esteja de posse do conhecimento de certos mistérios, faz parte do Culto que tem o nome de Igreja de Melki-Tsedek, que esta acima de tôdas as manifestações religiosas. Tal culto sempre existiu, como ciência divina e a mais preciosa de tôdas as religiões, porque verdadeiramente torna a ligar o homem a Deus, sem necessidade de sacerdote nem de outro qualquer intermediário. "Busca dentro de ti mesmo o que procuras fora", e velha sentença oriental. E o próprio Jesus dizia: "Faze por ti que Eu te ajudarei".

Fraternidade Universal, Culto, Sacerdócio ou Igreja de Melki-Tsedek, sua origem procede dos meados da terceira raça mãe, a Lemuriana, que foi dirigida pelos planetas sagrados Venus e Marte, alegorizando mãe e filho respectivamen-te e que se objetivou sob a égide do planeta Mercúrio, representando o Pai, numa esposa em que a humanidade, que até então se manifestava no androginismo inconsciente das primeiras raças, começou a ser digna desse nome, ou melhor, dividiu-se em dois sexos, formando logo a seguir, nos seus meados, a Grande Hierarquia Oculta que, conhecendo a origem do mistério do androginismo, prepara a evolução da Mônada para o androginismo consciente com que terminara a presente Ronda.

domingo, 15 de janeiro de 2012

Aum Mantrans

                                                                             

"Om ou Aum, o Mantra Supremo" 

Earlyne chaney e Willam Messcik

Aum, o principal mantra, o rei de todos os mantras, é tão universal que pode ser cantado por qualquer pessoa, independentemente de sua filiação religiosa ou compreensão espiritual. Tem sido o rei dos mantras desde os dias dos antigos santos e sábios das Escolas de Mistérios no Egito, India, Peru e Tibete. O seu poder inerente está além da percepção humana.

A medida que nos aproximamos da virada do século XX, a Palavra mística Aum — Om — torna-se cada vez mais familiar, especialmente entre devotos da sabedoria mística da antiguidade, que compreendem a potência de um mantra ou canto. Mesmo entre esses aspirantes, contudo, poucos percebem realmente o poder desse reverente símbolo — um símbolo que assumiu muitas formas enquanto fluía com a torrente de vida da humanidade através das idades, sempre simbolizando a Deidade. Nunca na Terra foi dada tanta preeminência e importância ao significado de uma Palavra.

Os grandes magos e iniciados das Escolas de Mistérios do antigo Egito executavam seus rituais mágicos e cerimônias através do uso de Palavras de Poder. Aqueles que podiam manipular apropriadamente as Palavras e gerar o poder com discernimento eram os Filhos da Luz, os grandes Ptahs e Hierofantes que levavam outros para as câmaras secretas de iniciação e os traziam para fora inteiros, curados e santos.

símbolo e a Palavra Aum ou Om estavam muito em evidência, simbolizando o poder onífico — uma palavra contendo um depósito concentrado de força, ao mesmo tempo dinâmico e inteligente. Com certeza, o instrutor que com entendimento a proferiu com sua plena potência conseguiu obter o controle absoluto sobre o poder dos elementos.

 Esta Palavra foi reconhecida como simbolizando a Verdade divina. E Aum com seu misterioso simbolismo que se tornou a Palavra Perdida que os iniciados e os místicos procuraram por milênios, desde que o seu verdadeiro significado se desvaneceu nas brumas do tempo. No antigo Egito, as letras A-U-M vieram a representar os três poderes combinados na Trindade da Deidade.

O amor

O Amor
Dhannya
O amor   é  terno, suave, alegre.
Os olhos do amor, compreendem e acolhem.
A boca do amor canta a harmonia que há na paz nos ventos.
Suas mãos acolhem sem olhar a quem.
O silêncio do amor  nos ouve sem julgamento e compreende.
O Amor
Osho
 
              O amor faz de todo mundo um grande poeta e,
se o amor não puder fazer de você um poeta,
então nada o fará.

O amor abre uma dimensão totalmente diferente em seu ser.
Sem ele você permanece confinado ao mundo da lógica.
Quando o amor começa a acontecer em sua vida,
a lógica começa a desaparecer,
acontece uma transcendência da lógica.

É por isso que a mente lógica sempre
chama o amor de loucura, de cegueira.
A lógica sempre condenou o amor,
chamando-o de cego, de louco.
Chama-o de tudo quanto é nome pelo simples motivo
de que o intelecto é incapaz de concebê-lo.

O amor é um mundo totalmente diferente.
Nada tem a ver com aritmética, com lógica, com ciência.
É imensurável, um território desconhecido.
Ninguém sabe exatamente o que ele é.

Mesmo aqueles que mais se aprofundaram
nele ficaram quase mudos — ele é inexprimível.

Mas a experiência é grandiosa, tão extática
que explode de diversas maneiras.
Pode explodir em dança, em música, em poesia,
em pintura, em qualquer tipo de criatividade.

O amor é sempre criativo.
E o mundo tem sido tão destrutivo simplesmente
porque ensinamos as pessoas a reprimir a energia do amor.

O amor reprimido se torna destrutivo.
O amor exprimido se torna criatividade".
      

sábado, 14 de janeiro de 2012

Chakra Sexto. - a chave da integração dos opostos

                                                                

Chakra - Sexto. Terceiro olho - A chave da integração dos opostos

"Se não compreendemos o que é que gera esse dualismo, essa oposição instintiva, não compreenderemos a significação do conflito que sentimos em nós. Estamos cônscios, em nossa vida, do dualismo e seu conflito constante; desejar e não desejar, céu e inferno, Estado e cidadão, luz e treva. Não surgirá o dualismo do próprio desejo?
(…) A realidade deve ser compreendida somente mediante o processo do “eu” como consciência, da qual surge a individualidade (ente individualizado). Isto é, o indivíduo tem de compreender o processo do seu próprio vir-a-ser, que implica inteligência. (…) "


 A integração das polaridades é uma qualidade da consciência que busca o Tao e que o Terceiro olho ativa - Shiva aquieta a mente : conheço o som do Ser supremo. AUM

"É, pois, importante compreender o desejo de condenar ou aprovar, de justificar ou comparar, (…) que impede a plena compreensão do “todo”. Quem é esse juiz, essa entidade que compara e analisa? Não é um aspecto, somente, do todo, um aspecto do “eu”, que está sempre a manter o conflito? (…) Só quando se compreende o todo, pode o pensar correto abrir a porta que conduz ao eterno".(2)
Terceiro olho ou  Adjna - a chave da integração dos opostos

"Terceiro Olho".   de Sônia S. Ramos
Os Xhakras falam.
"Frase de competência: Que se/a Luz o olhar sobre o Mundo.

Meu nome é Ajna, a casa do Espírito interior, mas também me chamo chakra do rosto; fico no centro da testa, entre as sobrancelhas, e na parte interna da cabeça, me encaixo ali na parte mais alta da farínge, aonde coincide com o encontro final de duas nadis, Ida e Pingala, os canais etéricos que se cruzam nos chakras e que dão voltas pelo corpo.

Sou o chakra que está dentro do crânio, coincidindo com o próprio cérebro, mostrando a minha natureza mental e a minha ligação com a percepção dos caminhos para a Luz.

 Eis porque meu elemento é a luz, o pensamento, a memória ou os impulsos elétricos. Refletir sobre a ligação intrínseca destes nomes e da afinidade energética entre eles dá o que fazer pela vida toda!

Meu centro de forças físicas fica a cargo da glândula hipófise ou pituitária.

O meu movimento, como o chakra da garganta, é de dar voltas, só que recebo e solto cargas energéticas em redemoinhos que formam um movimento especial, presente em muitas representações simbólicas: o oito deitado, seja de lado que de frente para trás.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Samadhi - a concentraçãoe meditação



                                                                     

Samadhi e a concentração

Quando o último véu da ilusão é retirado, a grande heresia da separatividade é vista em sua verdadeira natureza e o vidente pode dizer com o Cristo:

 “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em Mim;
 para que todos sejam um, como tu Pai, és em Mim e Eu em Ti;
que também eles sejam um em Nós, para que o mundo creia que Tu Me enviaste.

 E a glória que Tu me deste Eu a dei a eles, para que eles sejam um, como Nós somos um: Eu neles, e Tu em Mim, para que eles sejam perfeitos em unidade e para que o mundo possa saber que tu Me enviaste a mim e que os tens amado, como tens amado a Mim” (Jogo XV II. 20-23)”.

“O iogue do Oriente aplica a palavra Samadhí àquele estado de consciência no qual o mundo em que o homem espiritual funciona e os níveis ou planos sem forma de nosso sistema solar são contatados, vistos e conhecidos.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Oração - Escrevendo um recado para Deus - cura milagrosa.






Cura e Milagre- Nossas Forças Mentais

Este  texto nos ensina sentir o amor de Deus e confiar na Divina Providência, e nos ensina uma técnica muito interessante de mandar bilhetes para Deus.

"Como o Amor, o Poder Supremo, Realizou uma
Cura Milagrosa".

“Escrevi-lhe recentemente sobre a gravidade da situação de uma família — minha filha estando desempregada, despedida de um estúdio em uma cidade onde os empregos são escassos e nossa situação financeira está praticamente a zero. Eu não via uma solução ou saída para a crise; assim, fiz a única coisa que poderia fazer. Rezei!

‘Caro Pai, este problema é demasiado para mim, sozinha. Não consigo encontrar a resposta. Por favor, encarregue-se dele. Coloco toda a situação em Suas mãos.’

Então, para afastar minha mente do problema, obriguei- me a ler um livro. Durante algum tempo esqueci o problema! Minha filha chegou em casa e me mostrou sua carta de demissão e depois comentou: ‘Mãe, parece que algo terrível nos aconteceu, mas, de algum modo, não estou preocupada. Sinto que tudo ficará bem. Não tenho uma razão lógica para me sentir assim, mas me sinto!’

 Era uma declaração forte para ser feita por ela, porque minha filha tem tendência a se preocupar. Assim, abandonamos a situação por algum tempo.

Ao acordar na manhã seguinte, a palavra ‘amor’ passou por minha mente como um raio. Era tão forte e clara que concluí que devia ser uma sugestão. Assim que fiquei sozinha, comecei a me concentrar no Amor Divino.

Não pedi coisa alguma. Deixei de lado nosso problema e focalizei meu pensamento sobre o amor, o Amor sempre presente, e enviei um sentimento de amor a todos, em toda parte. Uma sensação de paz me invadiu.

Fiz meu trabalho como sempre, e quando a menor dúvida penetrava na minha mente, expulsava-a à força, colocando o amor em seu lugar. Fiz isto durante dois dias, e no terceiro dia minha filha chegou em casa muito excitada!

Um ministro aposentado, homem de grande influência na comunidade, havia entrado em cena. Ele achava que o estúdio era essencial para a cidade, e que devia permanecer aberto. Perguntou ao dono por que motivo não podia continuar funcionando, e como resultado houve uma investigação que revelou que o gerente e um dos seus auxiliares eram a causa de todo o problema.

 Os dois foram dispensados imediatamente e o dono decidiu reabrir o estúdio, minha filha e o técnico sendo os únicos a permanecerem do antigo pessoal. O ministro, minha filha e o técnico estão reorganizando o estúdio agora. A posição da minha filha é segura, e ela tem mais responsabilidade em seu trabalho do que antes.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

A luz clara e a hora da morte. vivendo e morrendo em cada respiração.

"Vivendo e morrendo conscientemente"


Agora que o bardo da morte desponta diante de mim,
Eu vou parar de prender as coisas, de desejar e me apegar,
Vou entrar sem distrações na clara percepção dos ensinamentos,
E ejetar a minha consciência para a dimensão da percepção não nascida.
Quando eu deixar este corpo composto de carne e sangue,
Saberei ser ele apenas uma ilusão passageira.

Padma Sambhava em O LIVRO TIBETANO DOS MORTOS
Nos ensinamentos tibetanos, a morte é mais um momento no qual devemos praticar a atenção plena. Lembrar-se da inevitabilidade de nossa morte, encarar o fato inescapável da nossa própria mortalidade e da impermanência de todas as coisas, pode ser a mais liberadora das meditações, porque apresentar a realidade das coisas como realmente são, ajuda a desalojar o egoísmo grosseiro, o apego e a miopia - colocando nossas vidas na perspectiva correta.

A morte é um espelho, que reflete e ilumina tanto a vaidade quanto o sentido de nossas vidas. A morte é o momento da verdade, quando nos encontramos com a realidade face a face. Para todos nós, é também um momento de oportunidade, quando podemos atingir nossa natureza original. A morte é mais certa do que o amor, e com certeza aguarda a todos nós na doença ou na velhice. A sabedoria perene nos diz que deveríamos nos preparar para o nosso fim, o que nos tornará melhor preparados para viver - ou morrer - de forma iluminada.

Diz-se que na morte apenas duas coisas contam: o que fizemos em nossas vidas e o estado interior que temos na hora de morrer. Estes dois fatores determinam o que vem depois. Buda ensinou que a experiência real do momento de morrer é crucial para o próximo renascimento, e que no momento da morte ocorrem experiências espirituais extraordinárias que oferecem um portal para a grande liberação. Portanto, a atmosfera física e os estados de espírito daqueles que estão ao redor do moribundo são extremamente importantes, e paz, conforto, gentileza, amor, aceitação e harmonia ajudam a guiar o morto, da melhor maneira possível, em sua travessia.