quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Senhor , acalma meu passo.




Ao despertar, enquanto você abre os olhos e se espreguiça na cama, seja para o Senhor da vida o seu primeiro pensamento.
Meditando em tantas coisas que logo mais lhe tomarão todas as horas do dia, sem lhe deixar tempo para telefonar para o amigo que há muito não vê, ou almoçar com a família, eleve a Deus o seu pensamento e lhe diga:

Senhor, acalma meu passo. Desacelera as batidas do meu coração, acalmando minha mente.

Diminui meu ritmo apressado com a visão da eternidade do tempo. Em meio às confusões do dia-a-dia, dá-me a tranquilidade das montanhas.
Retira a tensão dos meus músculos e nervos com a música suave dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.

Ajuda-me a conhecer o poder mágico e reparador do sono. Ajuda-me a me preparar bem para o repouso de todas as noites, lembrando-me sempre que enquanto dorme meu corpo, eu, Espírito, adentrarei o verdadeiro mundo e irei aos lugares que a minha mente elegeu como meu tesouro.

Ensina-me a arte de tirar pequenas férias: reduzir o meu ritmo para contemplar uma flor, papear com um amigo, afagar uma criança, ler um poema, ouvir uma música preferida.

Ensina-me a ter olhos de ver a beleza do céu azul, um raio de sol, a chuva da tarde, o cair da noite, com seu manto aveludado bordado de estrelas.
Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa perceber no meio do incessante labor cotidiano dos ruídos, lutas, alegrias, cansaços ou desalentos, a Tua presença constante no meu coração.

Acalma meu passo, Senhor, para que eu possa entoar o cântico da esperança, sorrir para o meu próximo e calar-me para escutar a Tua voz.
Acalma meu passo, Senhor, e inspira-me a enterrar minhas raízes no solo dos valores duradouros da vida, para que eu possa crescer até às estrelas do meu destino maior.

Obrigado, Senhor, pelo dia de hoje, pela família que me deste, pelo meu trabalho e, sobretudo, pela Tua presença em minha vida.
Tudo isto Te peço, Senhor, pois se estás comigo, em nenhum lugar me sentirei triste, porque, apesar da tragédia diária, Tu enches de alegria o Universo.

O poder e o milagre da concentração




COMO OBTER PODER MIRACULOSO PELA
CONCENTRAÇÃO DINÂMICA


A consciência não é sua mente. Se a mente fosse uma lâmpada, a consciência seria a eletricidade ( Eu Sou) que acende-se. Um reflexão (da personalidade )confusa da consciência na mente provoca confusão, incompreensão e, finalmente, o sofrimento.

Uma mente iluminada pela mente consciência está em paz e está presente, tem uma bondade plácida que faz com que os outros se sentam bem. Se você considerar a consciência como Eu sou - "luz interior", você estará mais perto de compreender a sua importância vital.
A qualidade de sua consciência determina a
qualidade de sua vida.

A força vital que motiva todo o universo é uma energia concentrada e dinâmica, Um-a só consciência-inteligente que você pode explorar e usar como poder miraculoso em sua vida.

Essa força atua em todos os átomos e moléculas do orbe criado, do microcosmo, o homem, ao macrocosmo, o universo.

 Se concentrado num pequeno cubo de duas polegadas, esse poder atômico pode dar origem a uma reação em cadeia na atmosfera capaz de arrasar uma cidade inteira.

 Quando a mesma energia for concentrada num dínamo, poderá fornecer força elétrica e calor a toda a raça humana e mudar o curso da civilização.

 A energia dinâmica concentrada é a força se­creta ensinada por todos os grandes místicos e mestres através das épocas como responsável pela realização de milagres de todos os tipos.

A CONCENTRAÇÃO FOCALIZA A ATENÇÃO
O principal motivo por que a maioria das pessoas fracassa é que elas são incapazes de focalizar o poder da mente superior para realizar seus objetivos na vida.

 Possuem em si o poder miraculoso, conforme vimos acima, mas não sabem como con­centrá-lo numa corrente firme, radiante e dinâmica de energia, capaz de dissolver todos os obstáculos e levá-las à concretiza­ção de seus sonhos.

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Envergando a armadura da unicidade




Envergando a armadura da unicidade

O Deus Único é uma das maiores revelações de todo o en­sinamento espiritual.Não se trata meramente da afirmação de Deus como Um; trata-se de uma revelação. Deus é Um, a única Presença, o único Poder. Deus é a Vida Única que não precisa ser salva; a Vida Única que não precisa ser curada; a Alma Única que não precisa ser purificada. A Substância Única. A Atividade Única.

Sendo Deus a Substância Única, não existe substância má, substância maligna, substância excessiva ou substância escassa. Por isso, não temos necessidade de palavras, de pensamentos ou de coisas com as quais mudar as substâncias.

Deus é a Atividade Única. Quem temerá a atividade de Deus? Assim, não temos necessidade de palavras e de pensamentos, nem de armadura para nos defender ou para atacar. Verdade é que somos tentados a acreditar em outra atividade!

 Na próxima esquina poderá haver um marginal pronto a assaltar-nos, e a nos­sa primeira tentação é a de empregar a força física ou o poder mental para dominá-lo.

 Mas a Verdade espiritual sustenta: “Ficai em paz. A luta não é vossa.” Não há outro Poder senão Deus; não há outra atividade a não ser a de Deus. Portanto, deixemos o homem armado divertir-se com sua arma ridícula, se quiser!

Quando caem as bombas atômicas, todos anseiam por um abrigo, por uma muralha ou defesa mental. Contra o quê? Contra a atividade de Deus? Mas se não existe outra atividade! Num mundo cristão onde o ensinamento se baseia por inteiro em Deus como Atividade Única, por que haveria alguém de temer?

 As bombas, como os micróbios, não passam de outras tantas tenta­ções.
Nós, que pertencemos ao mundo metafísico, não tememos tanto os micróbios quanto os demais; por isso não sofremos tanto por causa deles. Se o contágio e a infecção tivessem algum poder, nós teríamos tantas doenças infecto contagiosas quanto o resto do mundo.

 Todavia, andamos por entre as outras pessoas e nada acontece. Por quê? Porque descobrimos que não existe poder algum no contágio e na infecção. Essas coisas só teriam poder se fossem uma atividade de Deus.

 Mas não são: são meras aparências tentando nos induzir a acreditar numa atividade, substância ou presença independente de Deus.

 Que diferença faz se se trata de um germe infinitesimal ou de uma bomba gigantesca? Nenhum dos dois tem a capacidade de nos matar! Só a crença humana lhes dá poder.

Se a nossa vida é ameaçada, rimos disso porque existe apenas uma vida, a Vida de Deus. Só a nossa crença em duas vidas — a de Deus e a nossa — nos sujeita ao medo de perder esta última.

 Entretanto, no momento em que acabarmos de vez com a idéia de uma vida isolada de Deus, adentraremos a imortalidade e a eternidade aqui mesmo na terra.

Oração e Consagração do meu lar à Divina Presença






  Oração e Consagração do meu lar  à Divina Presença 


Seria bom gravar esta oração e ouvir antes de dormir e antes de acordar.
É recomendada para todos os dias! Você poderá se quiser resumir o texto,  de acordo com a sua necessidade.
Esta prece  está estruturada para que haja um salto de consciência, e  por  isso  há algumas repetições, o objetivo é plasmar esta realidade no sua mente, no seu mundo quântico para que  sua mente teça a ponte das Graças de Deus. Dharmadhannya

Repita mentalmente ou em voz alta:


Dentro do circulo infinito da Divina Presença, que me envolve inteiramente, afirmo:

Agora, no tempo eterno da minha realidade  há uma só Presença aqui, é a da Harmonia, do amor em minha aura, em minha Alma, em minha mente, em meu corpo, em minha casa, em minha vida e onde eu estiver -   que faz vibrar todos os corações de felicidade, fraternidade, amor e alegria.

Agora estou envolvida por uma luz branca radiante da Harmonia e quem quer que se aproxime de mim sentirá a vibração da minha Divina Presença.
Eu Sou harmonia, amor-sabedoria e beleza.

Eu sou o que o Criador é. Logo, Eu Sou a Luz,  Eu  Sou Luz.
Eu Sou a Harmonia que há na Beleza do amor.

 Eu sou o Amor.
Eu me amo. 
Eu Sou um ser de Luz pleno da inteligência divina.

Eu me amo. Eu mereço ser feliz.
Eu aceito o amor em minha vida, eu mereço amar e ser amada.

Bem no centro do meu ser existe uma fonte infinita de amor, de harmonia.
Bem no centro da minha casa, existe uma fonte infinita de amor, de harmonia e equilíbrio do coração de Deus – Eu sou.

Agora eu permito, eu aceito esse amor vir a tona.
Eu aceito a Graça de Deus – Eu Sou.

Eu aceito a Graça Divina de Deus,
 do Universo em minha vida, em minha casa
 como Amor, Prosperidade,
 abundância e alegria.

Eu Sou a infinita Fonte de amor de Deus - 
Eu sou a  luz do amor que ilumina meu coração, meu corpo, minha mente, minha consciência, todo o meu ser, minha casa e tudo que vive nela e irradia-se de mim em todas as direções, voltando a mim multiplicado.

Hoje eu Sou a Fonte do Amor, de harmonia
 e diariamente eu recebo  da Fonte do Universo 
a harmonia da beleza do amor em minha vida, em minha casa.
Eu dou  Amor e recebo Amor.

Deus é Amor Universal que envolve todos
 os seres num só sentimento de unidade.

Eu Sou Uno com Deus- Eu sou.
Que a tua palavra seja a minha palavra, o meu caminho.
Que a tua inspiração seja a minha revelação.
Somos Um-a só consciência.

Há uma só presença aqui, é a do Amor.
 Agora, minha casa, minha aura está envolvida por uma luz rosa dourada da Sabedoria do amor e da Alegria Divina. 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Auto-imagem e o Carma 1 parte






AUTOIMAGEN e o Carma. 1 parte.
Socialmente, podemos disfarçar quem  o que somos mas com respeito ao karma isso não é possível. Não se pode trapacear com o destino kármico. Como você vive no corpo, na mente e na alma, você extrai energia da Fonte Universal. 

Quando você olha para a imagem diretamente, ela se esvanece — ela é vazia, sem substância.

Se observarmos como vivemos nosso dia-a-dia, veremos que muito do nosso tempo é gasto reforçando fanta­sias sobre quem somos e de como queremos que os outros nos vejam.

 Estamos mergulhados em nossas autoimagens. Observando essas imagens, podemos discernir nossos modos característicos de agir: nosso modo de sentar, nossa aparência ou nosso modo habitual de falar.

Nossas autoimagens exercem forte influência sobre nossas vidas, já que fornecem definições, embora impre­cisas, a respeito de quem somos.

 Se de algum modo nos despojássemos delas, nos sentiríamos
 incertos quanto à nossa identidade. Em consequência, permitimos que tais imagens se perpetuem até que nossa capacidade de ação espontânea fique imensamente reduzida.

A imagem negativa ofusca  a luz do verdadeiro Eu, a  autoimagem  em nossa relação com o outro, com a nossa família
O principal fator para a construção da autoimagem é o Outro, ou seja, o ambiente social e aqueles com quem ela convive.

“Por isso, a necessidade de se estabelecer uma relação de confiança com as crianças, vendo-as como capazes de lidar com as situações, de maneira progressiva. Os jovens reafirmam sua identidade a partir da reunião de suas histórias de vida, crenças, valores e percepções sobre suas habilidades e competências”

Mesmo quando uma situação pede uma resposta nova, talvez hesitemos em dá-la porque o impulso do pensamento e da emoção tende  a empurrar-nos em direção a um padrão de comporta­mento, percepções,

 Assim, o nosso sentido de liberdade fica diminuído. Duras e estreitas como os chifres de um iaque, as auto- imagens restringem nosso crescimento e negam-nos reali­zação e satisfação.
À medida que a energia é direcionada para a realização de expectativas, ficamos sem apoio, sem contato com nossa natureza interior.

Por fim essa atitude para com as expe­riências deixa-nos, como fruto de nossos esforços, com pouco mais do que lembranças do passado e sonhos sobre o futuro.

Mas, são as autoimagens a única fonte de nossa insa­tisfação? Não existiriam alguns problemas reais que são, ao menos em parte, responsáveis pelo nosso desconten­tamento? Digamos, por exemplo, que nos falte uma boa casa, ou um emprego, ou dinheiro suficiente. Talvez não sejamos benquistos pelos outros ou não tenhamos boa aparência.

 É tentador atribuirmos nossas dificuldades a causas externas; entretanto, se olharmos fundo, veremos que somos infelizes porque estamos deixando nossas autoimagens (falso eu) conduzirem nossas vidas. Uma vez que com­preendemos isso, podemos verdadeiramente fazer alguma coisa com nossos problemas.

Como podemos diminuir o envolvimento com nossas autoimagens e aprender a nos tornar mais flexíveis e abertos à experiência?

 É preciso, primeiro, reconhecer essas fantasias pelo que são: imagens projetadas pela mente, sem realidade em si próprias. Por que dar ouvido ao que nos dizem?

Disciplina – a chave do sucesso do campeão





Disciplina – a chave do sucesso do campeão

 “Não confunda derrotas com fracasso nem vitórias com sucesso. Na vida de um campeão sempre haverá algumas derrotas, assim como na vida de um perdedor sempre haverá vitórias. A diferença é que, enquanto os campeões crescem nas derrotas, os perdedores se acomodam nas vitórias.”
“(...) A disciplina do sofrer, do grande sofrer - não sabem você que até agora foi essa disciplina que criou toda excelência humana?

A tensão da alma na infelicidade, que lhe cultiva a força, seu tremor ao contemplar a grande ruína, sua inventividade e valentia no suportar, persistir, interpretar, utilizar a desventura, e o que só então lhe foi dado de mistério, profundidade, e espírito, máscara, astúcia, grandeza - não lhe foi dado em meio ao sofrimento, sob a disciplina do grande sofrimento?

No homem estão unidos criador e criatura: no homem há matéria, fragmento, abundância, lodo, argila, absurdo, caos; mas no homem há também criador, escultor, dureza de martelo, deus-espectador e sétimo dia - vocês entendem essa oposição?” Friedrich Nietzsche, filósofo

Discipline-se.
A Falta de fogo no trabalho.
A vida como uma nau sem norte.
Dias sem sentido.
Muitas idéias e nenhuma ação.
Incapacidade para implementar decisões (desde a mais primária, como acordar cedo, até grandes passos como cursar uma pós-graduação.

Fique atento! Estes e outros tantos problemas podem ter uma única origem: falta de disciplina.

“É uma torça moral que leva o indivíduo a fazer o que tem de ser feito, independentemente da própria vontade e da emoção. Você tem uma visão sobre o que pretende realizar, define o que precisa fazer para conseguir seu objetivo, assume o compromisso com sua causa e simplesmente faz. Isso agir com disciplina”. Tom Chung
Um campeão é alguém que se levanta apesar de não ser capaz.
A infância é uma maravilha. Nossos pais seguem a cartilha que diz que para uma educação saudável os dois pilares fundamentais são o amor e a disciplina.

“Sempre lute com garra e determinação pelos seus ideais.
O Verdadeiro Campeão é aquele que acredita na Vitória !”
Zelosos, partem para o ensino dos limites e das regras.

 E, como somos lentos na aprendizagem, eles recordam-nos dia a dia todos os ensinamentos de forma repetida e consistente. Estão sempre reavivando regras para evitar que corramos perigo ou que nos machuquemos.

Com o tempo, passamos o entender qual é o território permitido e com isto ganhamos experiência, segurança psicológica, aprendemos a organizar a mente, a nos estruturar, a conviver em sociedade. Enfim, começamos a trilhar os caminhos do bom desenvolvimento. Uma perfeição!


Porém - se você está lendo este texto - este tempo glorioso acabou. Agora tempos duros - você é adulto. Portanto, no seu cotidiano, as regras e os limites devem ser descobertos e estabelecidos por você. A repetição consistente também está a seu cargo. A vigilância diária dos limites também é com você.

SUCESSO - AFIRMAÇÕES E NEGAÇÕES







SUCESSO - AFIRMAÇÕES E NEGAÇÕES


Todo bem que deve manifestar-se em vossa existência já é um fato realizado na Mente Divina, e se expressará pelo vosso reconhecimento ou pela vossa palavra afirmativa, de modo

que deveis ter o cuidado de afirmar ou determinar que se manifeste apenas a Idéia Divina, pois, muitas vezes, por vossas “palavras ociosas”, determinais a vinda do insucesso e da infelicidade.

Por conseguinte, é de máxima importância que expresseis em palavras corretas o vosso pedido, como já vos tenho dito outras vezes.

Se desejardes ter um lar, amigos, posição ou qualquer outra coisa, pedi, antes de tudo, que Deus vos mande o que “escolheu para vós, pois Ele não pode errar na sua escolha.

Afirmais, por exemplo: “Espírito Infinito, abri o caminho para vir a casa que determinastes para mim, a amizade sincera que me destinastes, a minha posição justa. Agradeço-vos por vos manifestardes pela graça e de um modo perfeito em meu benefício.”

A parte final do pedido é muito importante, porque sem ela, podereis obter o que desejais, porém em circunstâncias desagradáveis.
À proporção que vossa consciência financeira se desenvolver, deveis pedir que a grande soma de dinheiro que vos pertence por direito divino, vos venha pela graça e de um modo perfeito.

È impossível atrairdes mais do que pensais que podeis fazer, porque sempre sois limitados pela expectativa de vosso subconsciente. Para receberdes mais, é preciso que vossas expectativas sejam maiores.

Muitas vezes vos limitais a vós mesmos pelo modo de fazerdes o pedido, como podeis ver por este exemplo:
Um estudante  pediu seiscentos dólares para certa data. Recebeu-os; porém, depois ouviu dizer que quase chegara a receber mil, tendo recebido exatamente os seiscentos em vista de ser esse o seu pedido exato.


Tudo requer ordem, método e boa orientação, porém os trabalhos esotéricos o exigem em maior grau pela delicadeza e alto potencial das forças que entram em jogo.

 Por isso, deveis dar grande atenção a que as vossas afirmações e concentrações sejam feitas regularmente, de acordo com um plano estabelecido.

Quando fizerdes a negação de qualquer coisa ou pensamento que vos esteja perturbando, deveis, em seguida, fazer sempre uma afirmação da coisa contrária.

Como exemplo, vos citarei um fato relatado por uma professora de metafísica:


“Certa ocasião fui chamada alta noite, pelo telefone, para tratar de um homem a quem nunca vira. Aparentemente se achava muito mal.
 Fiz a afirmação: “Nego essa aparência de moléstia. É irreal e, portanto, não pode registrar-se na consciência dele; este homem é uma ideia perfeita na Mente Divina, uma substância pura, que expressa a perfeição.”

Como vedes, essas palavras negam o estado aparente do indivíduo e afirmam seu estado real ou interno. Feitas com essa clareza, deram resultado imediato, pois, na manhã seguinte, o doente estava muito melhor e, passado um dia, voltou para o trabalho.